10 Dicas para Vender Produtos Online

Você finalmente realizou o seu sonho e lançou uma loja online, seja lá o que estiver vendendo, com certeza o caminho tem sido longo até chegar a este ponto. Obter financiamento, comprar inventário, criar o site, comprar anúncios, espalhar a notícia, tudo o que está por trás de montar um e-commerce. Todo o trabalho duro está feito e hoje você só vai se sentar, relaxar e assistir os pedidos entrarem.

Bem, não é assim que funciona. Mesmo fazendo um trabalho incrível no site, tem certeza de que está proporcionando uma experiência absolutamente perfeita para o seu usuário? As “pessoas certas” estão te encontrando? Conseguido impulsionar o tráfego , mas seus clientes podem não estar fazendo compras na sua loja virtual. Pode ser que eles não estejam interessados, ou talvez algumas falhas estejam dificultando a navegação no site. Pode ser porque sua URL é difícil de lembrar, ou você não está respondendo a reclamações de clientes rápido, ou você não está se conectando com seu público alvo nas mídias sociais.

Ser proprietário de uma loja online é uma tarefa difícil, por isso, reserve alguns minutos enquanto estiver na espreguiçadeira para ler nossas dicas sobre como aumentar suas vendas na internet.

1. Encontre seu Público Alvo

Criar uma loja online totalmente nova e oferecer os produtos mais incríveis não significa clientes automáticos. As pessoas não vão ao seu site apenas porque ela existe, é preciso procurá-las e envolvê-las. Assumimos que você sabe quem são “seu público alvo” e onde eles gostam de ficar online. Você não teria se estabelecido antes de fazer sua pesquisa e identificar seu consumidor, certo? Todo o marketing e publicidade no mundo não vai ajudar em nada se você não está atraindo co cliente certo.

Portanto, antes de lançar sua loja, foque em descobrir uma maneira de alcançar seu público alvo e mantê-los engajados. A rota de mídia social é óbvia, é gratuita e extremamente eficaz, porém é possível experimentar métodos mais tradicionais, como anúncios pagos (se os anúncios estiverem em locais que seu público alvo realmente verá). A otimização do mecanismo de pesquisa é uma obrigação também. Uma vez que você encontrou seu público e ele encontrou sua loja online, o trabalho duro está apenas começando. Agora o truque é torná-los clientes fiéis.

2 Crie um Site Limpo e Responsivo

Muitos de nós não têm muita paciência para qualquer site na internet, principalmente se a página for desatualizada ou lenta. Se encontrarmos uma interface de usuário desajeitada, links quebrados, downloads lentos ou um carrinho de compras disfuncional, vamos fechar a página sem poucos segundos.

Uma e-commerce não pode perder clientes dessa maneira. O site deve ter um design limpo, ser livre de falhas e ter um fluxo intuitivo. Você também não pode perder clientes de smartphones, por isso é essencial otimizar para telas de dispositivos móveis.

Mas não importa o quão inteligente e fácil seja sua loja, se as pessoas tiverem dificuldade em lembrar seu nome, você terá dificuldades para gerar tráfego. Essa é uma das primeiras considerações ao iniciar uma loja online, depois de ter um nome é descobrir sua domínio. Se o nome atual da empresa estiver disponível, parabéns! No mais, se já tiver sido registrado, terá que tomar uma decisão bem difícil. Encontre o URL mais sucinto e memorável possível. Às vezes é mais fácil falar do que fazer, mas pode fazer ou quebrar seu negócio.

3. Encontre uma Plataforma de Comércio Eletrônico

Esta é provavelmente a parte mais importante de tornar seu site atraente para os clientes. Todo o seu belo trabalho de design será desperdiçado se você não tiver um bom sistema de comércio eletrônico. Diante de um processo de checkout que é difícil de navegar ou parece inseguro, os clientes abandonam seus carrinhos e se dirigem para pastos mais verdes.

Então, como vai descobrir qual sistema de e-commerce é o ideal para a sua loja? Ele tem que atender às suas necessidades (e orçamento) e também ser confortável para seus clientes. Se você preferir não lidar com a configuração da infraestrutura para aceitar cartões de crédito (e tiver certeza de que seus clientes concordarão com isso), você poderá usar um terceiro como o PayPal para processar seus pagamentos.

Faça isso em conjunto com um sistema de carrinho de compras de sua escolha ou através de um site em um mercado online. O próximo nível seria fazer tudo por conta própria. É um investimento para o software de carrinho de compras e uma conta de comerciante que permite processar cartões de crédito, mas lhe dá muito mais controle sobre todo o sistema. Apenas certifique-se de que é algo que possa ser desenvolvido e que seja uma boa opção para você e seus clientes.

Se um sistema completo de e-commerce é muito complicado ou caro para suas necessidades agora, sua melhor aposta poderia estar na próxima dica para vender produtos online.

4. Cadastre-se em Marketplace

Se você está apenas começando e não tem muito conhecimento técnico ou orçamento, considere a criação de uma loja em um marketplace. Cadastrar-se em uma rede de lojas online como Mercado LivreAmericanas ou  Walmart pode aliviar o estresse. Dessa forma terá um público instantâneo e não se sentirá muito como começar do zero. Design do site, software de e-commerce, carrinho de compras, gerenciamento de inventário, todos (ou a maioria) do material difícil, são feitos para você e há suporte ao cliente integrado. Essa opção não é gratuita, é claro, mas provavelmente será menos do que você gastará para definir as coisas sozinho.

Uma desvantagem de ter uma loja cadastrada em um marketplace é que você não terá tanto controle sobre o design. A comunicação com o cliente pode ser restrita e você terá que aprender os detalhes do software do mercado. A maioria dos marketplaces cobra uma porcentagem de cada venda, o que é outra consideração. E você pode não gostar de tentar se destacar em uma multidão de sua competição direta.

5. Obtenha um Certificado SSL

Vamos supor que você tenha feito tudo certo com sua loja online. Tem um site bonito e fácil de navegar, produtos com bons preços e os clientes estão fazendo o streaming. Mas eles não estão comprando seus produtos, eles estão colocando itens em seus carrinhos, depois desistindo quando chegam à informação de pagamento. Não é possível descobrir qual poderia ser o problema. Acontece que você negligenciou uma etapa absolutamente essencial: obter um certificado SSL.

Um certificado SSL (Secure Socket Layer) é a chave para proteger as informações de pagamento dos seus clientes e para impedir que o seu site seja utilizado por ciberatautas. Ele criptografa as seções do seu site que coletam informações confidenciais, tornando-as inúteis para partes não autorizadas. Isso dá ao seu site credibilidade instantânea e permite que seus clientes se sintam seguros fornecendo suas informações.

Os consumidores instruídos sabem dizer quando uma página é segura: haverá um símbolo de cadeado à esquerda da URL, e a URL começará com “https” em vez de “http”. Na ausência dessas marcas, a maioria das pessoas assumirá o pior e não perderá tempo clicando fora.

6. Tenha um Excelente Atendimento

Um dos principais objetivos de qualquer empresa é manter os clientes e mantê-los felizes e todos sabem que a melhor maneira de fazer isso é por meio de um serviço excepcional. Isso é importante em todos os lugares, mas especialmente no mundo virtual, onde é possível levar um cliente insatisfeito por alguns segundos para encontrar um de seus concorrentes. Quando sua empresa está na internet , os clientes podem entrar em contato com a qualquer momento, por isso é preciso estar sempre pronto para responder de maneira amigável e eficiente.

Seu site é o primeiro lugar onde os clientes irão para obter informações básicas sobre serviços, por isso, certifique-se de ele seja fácil de usar. Descreva claramente os procedimentos de envio e a política de devolução (que deve ser o mais flexível e barata possível) e coloque as informações de contato em um local de destaque. Se puder, liste um número de telefone em que os clientes possam conversar com uma pessoa real, isso proporciona uma enorme sensação de segurança e confiança em seus negócios. Mesmo que eles nunca liguem, pode ser reconfortante saber que está lá. Colocar pequenos presentes nos envios e enviar notas de agradecimento é uma forma eficaz de dar um toque pessoal.

Outra vantagem de um negócio online é a capacidade de entrar em ação se um cliente tiver uma reclamação. Clientes insatisfeitos também podem entrar em ação muito rapidamente para escrever resenhas contundentes, então você precisa fazer as coisas antes que isso aconteça.

7. Seja Rápido

A velocidade com que as coisas acontecem na internet pode ser uma bênção e uma maldição. Se agir no momento certo, você pode estar na vanguarda de algo excitante. Se hesitar por um segundo, pode facilmente ficar para trás e ser notícia de ontem antes mesmo de perceber o que aconteceu. Os proprietários de lojas online precisam percorrer essa linha todos os dias.

Dependendo do seu mercado, isso pode ser uma tarefa difícil. Públicos mais jovens ou aqueles que são intensamente dedicados ao seu nicho, tendem a ser mais exigentes e volúveis. Caso não esteja totalmente atualizado ou imediatamente pulando em novas tendências, eles podem abandoná-lo para. Esse é outro equilíbrio delicado: manter-se atualizado sem perder sua identidade de marca. Você certamente não quer reformular seu site a cada dois meses, mas também não quer que as coisas fiquem estragadas. O mesmo vale para o atendimento ao cliente. Se você não corrigir um problema, pronto, você pode ser alvo de uma tempestade de mídia social.

8. Seja Descritivo

Todos nós já tivemos a experiência de siar de uma loja online por fotos ruins ou descrições vagas do produtos. Se o item parece ter sido fotografado na garagem escura de alguém e não há como saber o tamanho dele, por que você iria querer comprá-lo? Não deixe isso acontecer no seu site.

Tirar e postar fotos e escrever descrições detalhadas de produtos pode ser uma tarefa tediosa e repetitiva. Não há como evitar isso e você tem que se concentrar na qualidade , não escreva algumas palavras básicas para cada item e pense que isso é incrível. Quanto mais informações puder dar, melhor. Se possível fazer isso de uma maneira interessante que mostre a voz da sua marca, melhor ainda!

9. Participe das Redes Sociais

Construir sua marca e direcionar o tráfego para seu site se tornou muito mais fácil com a explosão das mídias sociais. Ser ativo nas mídias sociais é agora um aspecto central de ser um empreendedor online. Em alguns nichos é o esforço de marketing mais importante e eficaz que pode ser feito.

Sua mídia social pode (e deve) começar mesmo antes de você iniciar seu site. Configure uma página no Facebook para sua empresa e publique com frequência sobre seu progresso. Comece a descobrir os influentes do Instagram em seu mercado e siga-os e tente fazer conexões com eles enviando seus produtos.

Quandotudo começa a fluir, verá que não é apenas uma rua de mão única. As pessoas vão começar a postar e twittar sobre você. Recorra a botões de compartilhamento de mídia social com destaque em seu site. Quando sua loja estiver aberta, incentive seus clientes a compartilharem suas compras. Você pode achar que o aspecto de mídia social do seu negócio se consuma, mas pelo menos é mais divertido do que lançar a imprensa sem parar e muito menos caro do que pagar por anúncios.

10. Construa sua marca

“A imagem é tudo”, disse Andre Agassi nos comerciais dos anos 90 para a Canon, espiando por cima de seus óculos. Nós odiamos ser superficial, mas este ainda é um mantra importante na venda online. A grande maioria de seus clientes em potencial formará uma opinião instantânea sua a partir da página de abertura do seu site, por isso deve ser impecável. As pessoas serão atraídas se o seu site for capaz de comunicar instantaneamente a sua marca e o que é importante a loja.

O website é uma representação permanente da sua marca, mas você precisa permanecer fiel a essa imagem em tudo que faz. Seu trabalho será infinitamente mais fácil de muitas maneiras se você é apaixonado por seus produtos e é preciso transmitir essa paixão quando estiver construindo sua marca. Use uma voz consistente em todas as suas comunicações. O envolvimento e a interação constante com mídias sociais com seus clientes ajudarão a criar uma cultura única em torno de sua marca. Depois de ter isso, verá que as coisas podem começar a se encaixar. O tráfego aumentará e você terá uma série de clientes fiéis que desejam divulgar sua marca.



Deixe uma resposta